Pular para o conteúdo principal

Grupo CrossTende promove saúde e se destaca no Nordeste - por Fábio Santana



Arnaldo Neto, estudante de Educação Física, é natural de Catende, mata sul de Pernambuco. Criou o CrossTende (corrida de rua) como equipe, em outubro de 2015. Quase sem nenhum apoio, os adeptos da modalidade vêm crescendo. Hoje há cerca de 20 praticantes que fazem diariamente um percurso de 10km, com vários obstáculos.

Durante esses seis anos de existência, a equipe participou de grandes eventos esportivos com mais de mil participantes e conquistaram muitos troféus para Catende. As corridas de ruas foram na Reserva do Paiva, Recife, Caruaru, Tamandaré, Maragogi-AL, e Porto de Galinhas.


Início da equipe CrossTende, em outubro de 2015



Na primeira corrida como equipe, venceram a etapa de Carneiros da corrida das praias. Arnaldo Neto foi o grande campeão na prova de 8km, cabendo o segundo lugar ao catendense Geraldo na prova de 4km e Luiz Mário ficou com o 3º lugar. Além disso, ele venceu também algumas provas no Paiva e em alguns pódios ficou em segundo e terceiros lugares em várias corridas na Capital Pernambucana.


Equipe atual, com algumas participações femininas


Perguntado pelo colaborador do Blog Contexto, Fábio Santana, se sentia-se realizado com a criação da corrida de rua "CrossTende", Arnaldo foi taxativo: "Sim, bastante, a criação da corrida de rua me ajudou a definir a carreira que escolhi e me especializar como treinador. Foi através da corrida de rua que perdi mais de 20kg de peso corporal e pretendo fazer com que mais pessoas tenham a mesma experiência".

O estudante de Educação Física ainda aproveitou e trouxe algumas informações sobre os benefícios de movimentar o corpo. "A prática de exercícios físicos é de extrema importância para a manutenção da saúde e é responsável por prevenir e tratar diversos tipos de doenças como diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardiovasculares, depressão e até mesmo câncer”, ressaltou

O atleta também explicou os pontos positivos sobre a prática de correr. “Eu escolhi a corrida, o que mudou completamente a minha vida, é a modalidade que normalmente indico aos que me perguntarem por onde começar”, concluiu Arnaldo Neto.


Colaboração: Fábio Santana


Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio

Sem Aspas | Felipe Neto, Álvares de Azevedo e Machado de Assis, qual deles presta um desserviço à nação? - por Amanda Rocha

  O célebre escritor alemão Johann Goethe, autor das obras Fausto (poema trágico) e de Os Sofrimentos do Jovem Werther (seu primeiro romance) escreveu que “O declínio da literatura indica o declínio de uma nação”. Compreenda-se que a formação acadêmica, moral, ética, política, filosófica perpassa a leitura das grandes obras literárias, haja vista que elas instigam o homem a refletir sobre sua própria realidade, sobre os dilemas que o assolam e sobre os valores e conceitos que devem se sobrepor aos conflitos. Hans Rookmaaker, holandês e excelente crítico da arte, diz em seu livro “A arte não precisa de justificativa” que “a arte tem um lugar complexo na sociedade. Ela cria as imagens significativas pelas quais são expressas coisas importantes e comuns. Por meio da imagem artística, a essência de uma sociedade torna-se uma propriedade e uma realidade comuns. Ela dá forma a essas coisas não só intelectualmente, mas também de modo que elas sejam absorvidas emocionalmente, em sentid