Pular para o conteúdo principal

Por que Jesus é importante? - por Con Campbell

 



Por 10 anos, depois que me tornei cristão na universidade, estive debatendo com meu tio. Ele realmente não queria que eu fosse cristão, e eu desejava muito que ele se tornasse um.

Esse foi um debate amigável, mas também bastante sério. Enquanto eu crescia na defesa da minha fé, descobri que, com o tempo, poderia responder a todas as objeções dele e fornecer um argumento convincente para a verdade do cristianismo.

Nunca esquecerei o fim de um debate certa tarde. Por duas horas permanecemos sentados na cozinha discutindo a respeito da ressurreição de Jesus. O debate de uma década finalmente chegou a uma conclusão dramática quando meu tio declarou: “Mesmo que você me convencesse que Jesus ressuscitou dos mortos, ainda assim não me tornaria cristão”. Perguntei o porquê, e ele respondeu: “Porque não quero mudar meu estilo de vida”.

Naquele momento, percebi a verdade. Mesmo depois de toda argumentação e discussão sobre evidência, lógica e verdade (por 10 anos), a realidade era que meu tio não se tornaria cristão simplesmente porque ele não queria. Mesmo se pudesse persuadir meu tio a respeito da verdade da ressurreição de Jesus, da confiabilidade da Bíblia, e da visão de mundo logicamente sólida do cristianismo, no final tal persuasão não fizeram efeito.

Isso acontece porque nossos desejos são mais fortes que nossa razão. Aquilo no que queremos acreditar sempre triunfará sobre o que nós podemos racionalizar. Se for honesto comigo mesmo, sei que isso é a verdade sobre mim. Se você for honesto consigo mesmo, suponho que chegará à mesma conclusão.

Apesar de toda a nossa racionalidade e o alto valor que colocamos na lógica e no argumento persuasivo, nós humanos somos frequentemente impulsionados por elementos mais profundos. Os desejos de nosso coração são mais poderosos que as convicções de nossa mente.

Com frequência, convencemo-nos a acreditar em coisas simplesmente porque queremos acreditar nelas. Racionalizamos nossas decisões porque queremos que nossos desejos pareçam razoáveis. Tendemos a nos apegar aos argumentos que defendam o que sentimos ser o certo, em vez de submeter nossos sentimentos à luz de evidências e persuasão. Por isso é realmente difícil persuadir qualquer um de qualquer coisa que eles não queiram aceitar — assim como meu tio.

Se você não quer se tornar cristão, não há nada que eu possa dizer que mudará sua mente. Então, este livro não tentará persuadi-lo em nada. Em vez disso, ele buscará atraí-lo para a beleza da fé cristã.

Nas páginas que seguem, tudo que peço é que mantenha a mente aberta. E o mais importante, o coração aberto — pois a beleza atrai mais o coração do que a mente. Se você for cativado pela beleza de Jesus, sua mente acompanhará mais tarde.

Começaremos analisando por que os cristãos consideram Jesus “belo” e perguntando por que Ele é tão intrigante. A partir disso, consideraremos que tipo de pessoa Jesus era, e o que Ele fez e disse. E concluiremos perguntando por que Jesus é importante hoje.

Con Campbell


CLIQUE AQUI E BAIXE O LIVRETO COMPLETO!


Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos. A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores. Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas