Pular para o conteúdo principal

Nutrição e Saúde | Qual a quantidade ideal de água que devo beber diariamente? - por Jailson Cavalcante

 

Ouvimos muito as pessoas falarem que todos os adultos precisam beber cerca de 2 litros de água por dia, no entanto essa quantidade é uma estimativa. Isso porque a quantidade exata de água que cada pessoa necessita ingerir diariamente varia de acordo com o peso, idade, e outros fatores, como prática de atividade física, por exemplo, já que durante o exercício se perde mais líquidos através do suor, sendo necessário consumir mais água.

Sabemos que a água corresponde a cerca de 60 a 70% da composição corporal total e é fundamental para o bom funcionamento do organismo, por isso a forma mais adequada para saber qual a necessidade diária de água é através de um cálculo que leva em consideração o peso e a idade da pessoa. Pessoas que praticam atividade física precisam tomar ainda mais de cerca de 500 ml a 1 litro de água por cada hora de atividade física, principalmente se transpirar muito durante o treino.

Devemos prestar bastante atenção no momento em que começamos a sentir sede, ela é o primeiro sintoma de desidratação, por isso, não é necessário esperar ter sede para beber água. Outros sinais de desidratação são boca seca e urina amarela-escuro e com cheiro forte. ​​Caso a pessoa apresente estes sintomas, é recomendado beber água, sais de reidratação oral, soro caseiro ou água de coco e se os sintomas persistirem, é aconselhada uma consulta médica.

Tomar muita água faz mal?

Ingerir mais água do que o indicado para a idade e peso da pessoa pode ter efeitos negativos principalmente para quem tem doenças como insuficiência renal ou cardíaca, já que nessas condições o organismo não consegue eliminar o excesso de água, podendo provocar inchaço no corpo todo, dificuldade para respirar, aumento da pressão arterial, desequilíbrio dos minerais na corrente sanguínea e sobrecarga dos rins.

Além disso, pessoas que estão abaixo do peso ideal para idade e altura também não devem beber mais de 1,5 litros de água por dia, isso porque podem ficar com o sangue muito diluído, com uma baixa concentração de sódio, o que pode provocar tremores e confusão mental. Por outro lado, o consumo de mais de 2 litros de água por dia por pessoas que não possuem doenças ou que estão no peso ideal para idade e altura não faz mal a saúde, o máximo que pode acontecer é aumento da frequência urinária.

Porque se deve beber água todos os dias?

Beber água ajuda a emagrecer, favorece a hidratação das fezes no caso de prisão de ventre, favorece a produção de enzimas e de saliva para a digestão, e melhora a aparência da pele. Além disso, a água é o principal constituinte do corpo humano, sendo importante para o metabolismo, já que todas as reações do organismo necessitam de água.

A água é vital para o controle da temperatura corporal, circulação sanguínea e a formação de urina, que é responsável pela eliminação de resíduos do corpo. Apesar dos sucos, sopas e frutas conterem água, é muito importante beber água na sua forma natural, pois o corpo perde água ao respirarmos, pelas fezes, suor e pela urina, sendo necessária à sua reposição para manter o balanço de água no corpo. Beber água em jejum faz bem para o organismo porque estimula o sistema gastrointestinal após um longo período de jejum, melhorando o funcionamento do intestino.



Jailson Cavalcante é nutricionista

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio