Pular para o conteúdo principal

Por Dentro do Polo | Como está o seu emocional? – por Jorge Xavier

Como está o seu emocional? Está super ansioso, ou ainda tranquilo?

Esse é o momento de você cuidar de seu equilíbrio emocional para conseguir encarar de frente todas as adversidades. Nunca ter tranquilidade foi tão relevante. Só assim você conseguirá gerar ideias e caminhos originais para os inéditos problemas que emergem a cada dia.


É bem verdade que essa crise pegou a todos de surpresa e mesmo os milionários, ficaram atônitos, em meio a tudo isso que vem acontecendo, é bem interessante porque há três meses, ou um pouco mais, todos estávamos traçando as metas para 2020 e hoje estamos aqui, sem saber pra onde ir, batendo cabeça. Mas e agora, o que fazer? Olha, essa receita eu não tenho (aliás, ninguém tem), mas uma coisa é certa, quem se adaptar mais rapidamente a situação, sairá na frente.

Modelos de negócios precisam urgentemente ser reiventados e cada um precisa entender o seu contexto, usar o que tem ou faz e se adequar, para sobreviver. O que é certo, é que, cada vez mais iremos usar a tecnologia a nosso favor, daqui pra frente, seja qual for o seu modelo de negócio, esse é um caminho sem volta.

É possível refletirmos sobre alguns movimentos que causarão importantes transformações no comportamento da sociedade e que podem gerar oportunidades. Toda crise traz consigo um leque de oportunidades, mas para isso não podemos ficar paralisados, é preciso agir e rápido.
"Ficar preso ao passado te faz perder as oportunidades do presente". (Flávio Augusto)

Historicamente, transformações como a atual geram mudanças substantivas na forma como indivíduos se comportam e se relacionam. Não há dúvidas que um ambiente como o atual demanda uma orientação importante para ações de curtíssimo prazo visando a sobrevivência do seu negócio.

Olhando a nossa volta, já podemos notar algumas mudanças: crianças e  jovens estão tendo aulas à distância e estão aprovando a experiência; profissionais como psicólogos, nutricionistas e médicos estão realizando atendimento virtual com ótimos resultados.o home office, que até então era alvo de muita resistência na maior parte das organizações em todo o mundo, foi viabilizado a força e muitas empresas e colaboradores estão felizes com o resultado.





Profissionais que limitavam suas ações a interações presenciais, estão descobrindo como podem expandir seu negócio por meio do ambiente digital.

Estou convicto que ainda iremos testemunhar muitas transformações acontecendo na sociedade a partir de agora. Essa perspectiva irá impactar desde questões geopolíticas até comportamentais. É necessário destinar parte do seu tempo para mapear essas movimentações e entender o que delas pode gerar novas possibilidades.

Areje sua mente, ligue seu radar, comece a mapear os movimentos no comportamento do seu cliente e projete novos experimentos. Negócios e empresas relevantes na história da humanidade receberam um impulso determinante em momentos como esse. É chegada a hora de você parar de pensar no problema e começar a pensar nas oportunidades. Pra finalizar, aumente sua fé, creia que Deus tem o controle da situação.

Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vocês, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança. (Jeremias 29:11)

O fato é que, nunca mais seremos os mesmos.

Fontes de pesquisa: Bíblia Sagrada/Gestão do amanhã/ meu sucesso.com/ Sandro Magaldi.



Jorge Xavier é estudante de Gestão Comercial

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos.

A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores.
Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.



Como ajudar? As doaç…

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas.

Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas geraçõ…

Solidariedade: grupo de voluntários distribui mais de 1.500 refeições em Caruaru

Em tempos de contágio do novo coronavírus, há outro sentimento sendo disseminado em meio à população: a solidariedade. A corrente do bem se espalha e as mãos que ajudam também são ajudadas pelas que recebem. Além da higienização do corpo, que é um dos protocolos das medidas sanitárias contra o covid-19, fazer o bem ao próximo ‘limpa a alma’ daqueles que percebem a condição humana de todos.

A pesquisa ‘Tracking the Coronavírus’, realizada pela Ipsos entre 26 e 28 de março, mostrou que o Brasil está no topo do ranking dos países quanto à preocupação com as pessoas mais vulneráveis. 70% dos entrevistados no Brasil afirmaram temer pelos mais debilitados.
Neste percentual, estão as missionárias Sabrina Carvalho e Sara Galdino, que moram em Caruaru, no Agreste pernambucano. Em meandros de março, elas iniciaram uma ação que, a princípio, parecia pontual e singela. “Quando as autoridades em saúde começaram a intensificar a necessidade de constante higienização das mãos, ficamos preocupadas com…