Pular para o conteúdo principal

Artigo | Avisou nada! Você torceu! Torceu CONTRA - por João Antonio

Assim como caspa e/ou coceiras, todo mundo tem um amigo/conhecido eleitor de esquerda que provavelmente disse algo semelhante a "Eu Avisei!"...

Avisou nada! Você torceu! Torceu contra! SEMPRE!

Bom, resta acompanhar o desenrolar dos fatos para saber se há (ou não) uma explicação plausível para o que aconteceu (a saída do Ministro Sérgio Moro devido à exoneração do Diretor-Geral da PF)...

Mas já gostaria aqui de responder a alguns comentários que me foram destilados (eu ia escrever "destinados", mas achei melhor o termo anterior)...

"Tá vendo? Está decepcionado? Finalmente descobriu que o Bozo é igual a todos os outros? Não é perfeito, nem especial..."

Bom...
(a) Eu já sabia que ele não era perfeito, porque todos sabemos que NINGUÉM é perfeito; Bolsonaro não é perfeito, Haddad também não era - me deram duas opções, escolhi uma.

(b) Decepção é um sentimento comum... com a política, então, mais comum ainda (ei, eu votava no Lula... durante a década de 1990 e em sua primeira eleição - achava ele o BALUARTE DA HONESTIDADE - pensa no tamanho da decepção!)

(c) Se é verdade que Bolsonaro é IGUAL aos outros, então você está implicitamente JUSTIFICANDO o fato de as pessoas terem votado nele - afinal de contas, se são iguais, tanto fazia votar nele ou no Haddad.

(d) A Decepção que alguns estão sentindo faz parte de um sentimento que começou numa APOSTA, uma ESPERANÇA... ora, foi a primeira eleição presidencial do Bolsonaro e do PSL (o partido dele até então)... Mas o concorrente (no segundo turno) já tinha sido prefeito (e foi um MAU PREFEITO) e era do PT (cuja decepção está implícita acima, no item (B)).

Em suma, era UMA ESPERANÇA x UMA CERTEZA... (só que a certeza era NEGATIVA).

"Mas o Moro Saiu!"

Sim, e foi uma grande perda para o governo!

Francamente, espero que o substituto continue o bom trabalho que Moro vinha fazendo. Eu confio no Moro, eu admiro seu trabalho, sua linha de ação e sua capacidade. Mas isso não significa que "virei adversário de Bolsonaro ou de seu governo".

Sou independente para criticar decisões que entendo erradas e parabenizar por decisões que julguei acertadas.

A realidade dos fatos é que Moro saiu do governo e que o governo ainda nos governa.

"Vai fazer o que, agora?"

Bom, vou torcer para que o Governo dê certo, porque se ele DER CERTO, é sinal de que o Brasil dará certo! Que se melhore a vida do povo brasileiro - especialmente o mais pobre. (Se você torce por isso, você é do meu time - se você torce contra isso, você nem merece atenção).

E também vou continuar lutando para mudar a política, que é quem pode mudar a vida da população - no meu objetivo, para a melhor - do meu jeito! Participar mais ativamente da política local, estadual e nacional - e poder debater e formar opiniões, bem como entender para mudar as minhas, se for o caso.

E, por fim, ao chegar na linha final, receber meu prêmio (o único que importa) por ter combatido o bom combate, por ter completado a corrida e por ter guardado a fé!



João Antonio é professor 

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio