Pular para o conteúdo principal

Poema | O "sim" das "muié" - por João Antonio

Pro mode dar vida à gente,
Elas precisa autorizar
E ceder 9 meses e à frente
Sua vida inteira dedicar.

É amor que não se acaba,
É força que nunca se viu.
É o exemplo que nos arrasta
A lutar pelo Brasil.

O teu "sim" seja exemplo
Como o "sim" da escolhida
Que aceitou ser o templo
Pro Salvador dar guarida


O "sim" da Rainha nos abriu
A porta da Salvação
Nos dando Jesus, nos ungiu
De geração em geração

O "sim" das "muié" é forte
Carece nem de "expricá"
Pra nós todos é o norte
Para o céu sempre guiar

Meninas, moças e senhoras,
Meu coração agradece
Por todos os dias e horas
Por cada oração e prece
Pelos "sim" de outrora
Que a gente nunca se esquece
E pela força de agora
Que sempre nos fortalece

Sem vocês não tinha vida
É regra da natureza
Mas se fosse conseguida
A vida sem tua presteza
De que adiantaria viver
Privados de tua beleza?

"Muieres" de Deus Bendito
Donas do dom da vida.
Que a paz em que acredito
Seja-lhes sempe mantida.

Que as "muié" cheia de luz
Ilumine os "hômi" tudo
Refletindo o nosso Jesus
Homem-Deus forte e barbudo

Que precisou do SIM dela
Duma "muié" forte e bela

Pra nascer como menino
Doce, fragil e pequenino

Que o Deus que nos dá tudo
Abençoe sem demora
As "muié" toda do mundo
Moça, menina e senhora

Que o dia oito de março
Seja somente a Lembrança
Que apague todo cansaço
Que acenda toda esperança
Pois todos os dias são delas
E que essa verdade se alcança
Com luta, fé e vontade
As "muié" não para. Avança.

Feliz dia da Lembrança
Feliz todos os dias, mulheres

Obrigado por tudo!
Tudo Mesmo - sem vocês, eu nada seria...



João Antonio é professor

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio

Sem Aspas | Felipe Neto, Álvares de Azevedo e Machado de Assis, qual deles presta um desserviço à nação? - por Amanda Rocha

  O célebre escritor alemão Johann Goethe, autor das obras Fausto (poema trágico) e de Os Sofrimentos do Jovem Werther (seu primeiro romance) escreveu que “O declínio da literatura indica o declínio de uma nação”. Compreenda-se que a formação acadêmica, moral, ética, política, filosófica perpassa a leitura das grandes obras literárias, haja vista que elas instigam o homem a refletir sobre sua própria realidade, sobre os dilemas que o assolam e sobre os valores e conceitos que devem se sobrepor aos conflitos. Hans Rookmaaker, holandês e excelente crítico da arte, diz em seu livro “A arte não precisa de justificativa” que “a arte tem um lugar complexo na sociedade. Ela cria as imagens significativas pelas quais são expressas coisas importantes e comuns. Por meio da imagem artística, a essência de uma sociedade torna-se uma propriedade e uma realidade comuns. Ela dá forma a essas coisas não só intelectualmente, mas também de modo que elas sejam absorvidas emocionalmente, em sentid