Pular para o conteúdo principal

Crônicas e Poesias | VAIDADE - Quem não tem que atire a primeira pedra, por Nelson Lima

  • A palavra vaidade tem sua origem no termo latino, vanus, que quer dizer vão, vazio. Assim sendo, pode-se dizer que vaidade é sinônimo de vão, de vazio. É a disposição de uma pessoa que se atribui qualidades que possui, ou que tenta adquirir por falsas vantagens. O contrário de vaidade é modéstia, simplicidade.
  • Auto-suficiencia exagerada ao ponto de sentir-se melhor que as outras pessoas por possuir algo que elas não possuem.


Fico pensando aqui com meus botões o que será dessas mulheres e homens de corpo sarado, barriga lipada, siliconadas, saias mega minis, rímel e delineador marcantes, com seus cabelos loiros esvoaçantes, quando a boa idade chegar, se é que vão chegar até lá?!
A beleza da forma é sempre admirável, não há como negar, mas o exagero e a falta de adequação são imperdoáveis. Talvez não todos, mas a maioria seja sepulcros caiados.

Quer ver bronca mesmo, é quando duas pessoas se casam, um ou ambos baseados na beleza! Só enxergam a forma externa, as curvas, o peitoril, o balançar dos quadris. Nada contra quem se cuida, zela pela saúde, pela forma física, pela aparência, mas, de novo, há que existir adequação e equilíbrio.
Até outro dia não existia celular, rede social, Photoshop, Rivotril, etc. e éramos muito mais felizes e saudáveis.
Esse assunto me reporta para os escritos Bíblicos, num tem jeito.
Jesus Cristo quando ensinava a parábola do rico insensato advertiu aos ouvintes:    
"E disse ao povo: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui" (Lc 12: 15). 
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a vocês mesmos. Filipenses 2:3
O vaidoso e arrogante chama-se zombador; ele age com extremo orgulho. Provérbios 21:24
E para fechar o assunto.
A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e joias de ouro ou roupas finas. Ao contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranquilo, o que é de grande valor para Deus. 1 Pedro 3:3-4


Nelson Lima é teatrólogo e poeta

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio