Pular para o conteúdo principal

Como comemorar o Natal com as crianças

Por Márcia Barbutti
 
Dezembro, férias da criançada, mudanças na rotina, viagem (talvez), preparativos (muitos), correria (quase certa), e o natal está se aproximando. Em meio a todo esse turbilhão é necessário manter o foco naquilo que é importante e verdadeiro nesse tempo de festa: o nascimento miraculoso de Jesus.

Esse foco precisa ser visto e compartilhado, não basta estar somente em nossas mentes adultas e em alguns enfeites pela casa. Esse foco deve trazer admiração e expectativa em nossos filhos, ainda que eles já conheçam os fatos da história do nascimento de Jesus.
 
Como pais nós podemos e devemos concentrar nossa atenção em torno do que é verdadeiro e central: Jesus. E o que podemos fazer?  
 
  1. Calendário do advento: preparamos um calendário exclusivo para você usar com seus filhos por oito dias até o Natal, ou seja, do dia 18 ao dia 25. O tema do nosso calendário é O que eles disseram
    Nos quatro primeiros dias vamos abordar os títulos que Jesus recebeu por meio do profeta Isaías (Is 9.2-6), a saber: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz. Os textos foram adaptados do material para Culto Infantil da Editora Cultura Cristã
    Nos dias seguintes vamos abordar os fatos que antecederam ao nascimento de Jesus conforme a narrativa de Mateus e Lucas, enfocando o que foi dito à Maria, a José e aos pastores, terminando com o louvor dos pastores.  Você só terá que imprimir os cartões, seguir as instruções e preparar um cantinho especial para esse calendário. Tudo o que você precisa está aqui. Lembre-se de selecionar alguns cânticos ou clips para que tenham um momento de louvor em família. 
     
  2. A expectativa do presente: é claro que seu filho aguarda ansiosamente o presente que receberá no dia 25. Isso é bacana, mas que tal mostrar que Jesus é o maior presente de Deus para cada um de nós, e nada pode ser comparado a esse presente? Tente fazer uma comparação com seus filhos e mostre que Jesus é incomparável. 
     
  3. Entrega de presentes: não estou falando dos presentes que seus filhos irão ganhar, mas pense nos presentes que eles podem dar. Fazer uma limpa no armário selecionando roupas e calçados em bom estado, é muito bom, mas também planeje comprar algo para quem necessita, e/ou separe um tempo para visitar alguém que precisa da sua visita. Muitas vezes, o maior presente é estar presente. Mostre a alegria de dar (Atos 20.35). 
     
  4. Os enfeites: árvore, bolas, pisca-pisca e tudo mais, criam um ar festivo e traz muita alegria, contudo, priorize e dê destaque aos enfeites que remetam ao nascimento do Filho de Deus. As crianças podem fazer com massinha, papelão. Veja ideias aqui e aqui
    Se você quer saber sobre como contar aos seus filhos sobre o papai noel, leia esse excelente artigo de Miriam McConnell. 
     
  5. Cena viva: que tal na noite do natal, fazer uma encenação que envolva as crianças? Use a criatividade!
     
Que essas ideias ajudem você e sua família a comemorar de uma forma atraente e dinâmica o maior acontecimento de todos os tempos e que seus filhos possam vislumbrar as maravilhas do plano de Deus para nossa salvação.
 
Bônus
Veja aqui uma aula completa para escola dominical intitulada Promessa cumprida. Você encontrará o roteiro, PowerPoint, atividade de fixação e recursos. Esse material faz parte da revista Dia D+ da Editora Cultura Cristã.
 
E-books gratuitos sobre o Natal

Fonte: Ultimato

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos. A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores. Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas