Pular para o conteúdo principal

Por Dentro do Polo | Caruaru perde mais uma vez – por Jorge Xavier


Dois grandes empreendimentos do setor de moda estão sendo construídos em Pernambuco, mais precisamente na Região Metropolitana do Recife, as margens da BR 232 e mais uma vez Caruaru fica de fora de grandes investimentos e deixa de atrair cerca de R$ 265 milhões, como no caso da fábrica da Santana Textiles que foi para Bezerros e o pior é que dessa vez ganha dois concorrentes de peso.

O Recife Outlet Premium, que está sendo construído às margens da BR-232 em Moreno, vai gerar cerca de 2 mil empregos diretos, quando entrar em funcionamento, em outubro de 2020. Com investimento inicial de R$ 65 milhões pelo grupo BCI, este será o primeiro outlet em Pernambuco para venda de marcas premium de confecções e calçados.




Com capacidade, nesta primeira etapa, para 72 lojas, além de praça de alimentação com 10 operações de fast food e três restaurantes externos, o centro comercial ficará localizado a 20 km do Recife, na BR-232, em frente ao Condomínio Três Lagoas, no sentido Caruaru. “É um local estratégico com raio de influência de até 200 km. Mesmo com a crise, o mercado de outlet tem se mostrado resiliente. Isso acontece porque em momentos de crise, o consumidor fica mais consciente dos preços e muda os hábitos de consumo em busca de alternativas mais acessíveis, já que a filosofia dos outlets é oferecer produtos direto de fábrica, com bons preços e promoções o ano inteiro.

Já o município de Jaboatão dos Guararapes será o destino de um investimento de R$ 200 milhões do grupo Alphaville Urbanismo para construção de um outlet, que será erguido também às margens da rodovia BR-232, na área comercial da Cidade Alpha Pernambuco, onde também estão localizados os residenciais Alphaville Pernambuco 1 e 2. O assunto foi tratado nesta quarta-feira (31), durante encontro do prefeito Anderson Ferreira e o CEO da Alphaville Urbanismo, Klaus Monteiro.



Com previsão de início da operação para dezembro de 2020, o empreendimento deverá gerar cerca de 4,3 mil empregos diretos e indiretos, e ficará a poucos quilômetros do Recife Outlet Premium, anunciado pelo grupo BCI para outubro de 2020.

O empreendimento da Alphaville terá 101 lojas, numa área de 86,2 mil metros quadrados, com o objetivo de atrair consumidores da Região Metropolitana, do interior e de Estados vizinhos, como Paraíba e Alagoas. “Estamos tratando da chegada de um dos maiores grupos de outlet do País, com a certeza de que incrementará ainda mais a nossa economia e irá gerar mais de quatro mil empregos. As principais marcas estarão presentes com suas lojas de fábrica e o consumidor terá a oportunidade de comprar produtos de ótima qualidade com preços atrativos”, diz o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira.

Eu fico me perguntando: por que a Prefeitura de Caruaru não se interessa por investimentos em um segmento tão promissor, já que o nosso município é vocacionado para esse segmento. A cidade possui hoje um terreno que foi doado pelo então governador Eduardo Campos, para a construção e mudança da feira, mas a atual gestão diz que o terreno não é bom. Não é bom, porém não se apresenta uma alternativa, o que vemos é uma feira se acabando, pois não possui estrutura física e muito menos segurança. O que vemos é que cidades menores como Toritama e Santa Cruz, estão dando um banho em Caruaru. Só nos últimos anos foram três grandes incêndios e ninguém toma providências, o Corpo de Bombeiros já disse em laudo técnico que, a feira no lugar que está não oferece nenhum tipo de segurança. Por sua vez economicamente está ficando inviável, só para se ter uma ideia segundo diretores da Acic em estudos feitos recentemente, de cada 200 ônibus de compradores que chegam ao Polo de Confecções do Agreste, apenas 28 ficam em Caruaru. A atual gestora prometeu em período de campanha (2016) transferir a feira de graça, mas até o momento nem sinal, aliás sinal só de fumaça, infelizmente. Então diante desse cenário a população e os comerciantes que ali atuam questionam qual é o real interesse da administração municipal? O que dá pra entender é que o interesse é apenas eleitoreiro, como foi dos outros governos que passaram. Por hora a única ação que vemos é a cobrança de taxas e impostos, melhorias que é bom, nada. E assim caminha Caruaru, a passos de Formiga e sem vontade.



Jorge Xavier é estudante de Gestão Comercial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A intolerância dos tolerantes e os confetes carnavalescos - por Amanda Rocha

A quarta-feira passou, mas as cinzas do carnaval deixaram um imensurável prejuízo, não apenas econômico graças aos diversos dias de inatividade industrial e comercial, não somente pelas grandes cifras de dinheiro público usado para distrair a população embalada por ritmos dançantes e letras chicletes ou pornográficas, enquanto hospitais e escolas funcionam em deploráveis condições. Contudo, diria mais, não unicamente pelo elevado índice de acidentes e mortes nas péssimas estradas. Pensando bem, qual o intuito em citar o elevado número de contágio de doenças sexualmente transmissíveis em relações desprotegidas durante esse período? De igual modo não se faz necessário referenciar a elevada despesa que o Sistema Único de Saúde terá por consequência do carnaval; tão pouco se faz cogente contabilizar o número de criminalidade que se eleva nesse período – assaltos, homicídios, latrocínios, tráfico; os casos de divórcios, de gravidez indesejada - que em parte culminará em abortos realizados …

Regime Militar e Movimentos Sociais, quem é o mocinho e quem é o vilão? - por Amanda Rocha

Desde a década de 70 o Brasil tem-se acrescido em números de movimentos sociais e sindicatos, suas origens datam em anos anteriores, mas sua efervescência dá-se no período de Regime Militar. Eivados da necessidade de luta de classes, esses movimentos disseminam que nasceram para combater o regime ditatorial vigente nas décadas de 60 e 70 no país, mas disfarçam o cerne de suas bases ideológicas, cuja finalidade é a imposição da ditadura do proletariado. Nascida na mente insana e nefasta de Karl Marx, essas utópicas soluções para o fim das desigualdades sociais e econômicas concretizaram-se em diversos países, e por onde passaram promoveram unicamente a igualdade da miséria. Dentre as tantas falácias que divulgam, mentem sobre a ordem dos fatos, uma vez que os movimentos não surgiram com o intuito de lutar pela democracia e findar o Regime Militar, há nessa afirmativa uma completa inversão, visto que o Regime Militar foi conclamado pela população e aprovado pelo Congresso, nessa época, …

Se o sol não brilhar, aproveite a sombra do dia nublado - por Davi Geffson

Já percebeu o quanto costumamos a reclamar? Se faz sol a gente reclama, se chove reclamamos do mesmo modo, na verdade, somos serescom anseios e desejos, mas precisamos entender que nada gira em torno de nós. É um conjunto, são vários humanos com os seus devaneios de “ser”. Achar que tudo gira em torno de nós, e por isso, deve ser do nosso jeito, é o mesmo que caminhar em uma esteira, você perderá peso, irá suar, vai se cansar, entretanto, continuará no mesmo lugar.


Tudo pode ser mais simples se ao invés de reclamarmos, impulsionarmos o sentido do “procure o que há de melhor”, em tudo iremos encontrar o lado positivo e o negativo, se assim não fosse, que chato seria. Não queremos nem muito, nem pouco, queremos balanceado, com equilíbrio, isso é o que mescla a nossa vida. Uma comida com muito sal é péssima, com pouco também, agora quando se coloca a quantidade ideal, huuuum, que delícia. Assim é a vida, nem tanto, nem pouco, mas o suficiente.
Diariamente, Deus nos concede o dia que nos fa…