Pular para o conteúdo principal

Primeiro Press Day contou com oficina, debate e homenagens

Na sexta-feira (18), foi realizada a primeira edição do Press Day, evento idealizado pelos alunos do oitavo período do curso de jornalismo do Unifavip Wyden. Na oportunidade, estudantes e profissionais da comunicação puderam trocar experiências sobre o mercado de trabalho e as novas formas de fazer jornalismo em Caruaru. Cerca de cem pessoas participaram das atividades realizadas.

No fim da tarde, foi promovida uma oficina de mídia training, ministrada pelos próprios alunos. A proposta foi de envolver estudantes de outros cursos da universidade e profissionais de todas as áreas de atuação. Foram oferecidas estratégias para melhorar o relacionamento com a imprensa, dicas sobre como conceder entrevistas e uma atividade prática com os participantes.






Uma mesa redonda abriu as atividades do início da noite. A partir do tema “Do rádio às mídias digitais: como fazer jornalismo em Caruaru”, os convidados compartilharam suas experiências com quem estava no evento. Participaram deste momento os jornalistas Dilson Oliveira, Elaine Dias, Aline Souza, Joalline Nascimento, Renata Torres e Edvaldo Magalhães.

Em seguida, foi realizado um momento de homenagem aos comunicadores, que foram escolhidos pelos alunos por serem considerados referências na atuação jornalística na região. A abertura contou com um momento de memória à vida e trajetória de João Carlos Lins, Agenor Farias e Luiz José de Lacerda. Logo após, os alunos exibiram um vídeo com uma homenagem prestada ao radialista Ivan Bulhões, que não pôde estar presente por motivos de saúde.

Ainda na categoria radiojornalismo, foi premiado o diretor de jornalismo da Rádio Liberdade, Helenivaldo Pereira. Para representar a história do jornalismo impresso, recebeu o prêmio Press Day a jornalista Jaciara Fernandes. Já o telejornalismo teve como representante o apresentador Almir Vilanova. O comunicador Mário Flávio teve seu trabalho reconhecido no webjornalismo. Por fim, a jornalista e professora universitária, Iraê Mota, foi premiada como destaque da assessoria de imprensa.

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos.

A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores.
Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.



Como ajudar? As doaç…

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas.

Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas geraçõ…

Estímulo à leitura através da produção literária

Dentre os ofícios do professor, encontra-se o de conduzir os alunos ao universo das artes; ao professor de língua portuguesa, cujo objeto de estudo é a palavra, abordar a arte literária é fundante, nesse intuito, os professores da Escola de Referência em Ensino Médio Professor Lisboa, localizada no bairro da Cohab I, em Caruaru — Pernambucano promovem bimestralmente saraus literários com o foco no despertar da leitura e produção escrita de seus alunos. 



Anualmente, a escola realiza o Concurso de Redação Professora Fernanda Freitas (esse nome é homenagem póstuma a uma ex professora); o concurso elenca diversos gêneros textuais dentre literários e argumentativos; este ano, em sua quarta edição e com o tema “Pelos caminhos da leitura: descobertas do eu e do mundo” os alunos debruçar-se-ão nos gêneros: conto, crônica, dissertação-argumentativa, carta e/ou poesia.
Ademais do concurso, na manhã de premiação dos primeiros colocados em cada categoria, ocorre concomitantemente a publicação da An…