Pular para o conteúdo principal

Artigo | Eleição para Conselho Tutelar é coisa séria – por Roberto Celestino


No próximo dia 06 de outubro teremos eleição para Conselheiros Tutelares.

Já fui conselheiro e sei muito bem como funciona um Conselho, portanto, tenho propriedade para falar sobre o assunto.

EM PRIMEIRO lugar, digo-lhes que mesmo tratando-se de voto facultativo, o seu voto é de extrema importância para a defesa dos direitos das crianças e adolescentes, então vote, faça um esforço e vá votar.

EM SEGUNDO lugar, CUIDADO!!!

Não vote em candidatos que andam rua acima e rua abaixo sob "as asas" de políticos.

Um Conselho Tutelar para ser sério, ele cobra e cobra muito de prefeitos, vereadores e outros, quando estes violam os direitos das crianças e adolescentes.

O candidato que fizer conchavo político em troca de votos, já demonstra que não tem capacidade de eleger-se por competência, e, sendo eleito jamais irá cobrar alguma coisa de quem foi aliado.

PRESTEM ATENÇÃO! Conselheiro Tutelar não pode ter lado político, não deve ter cor de partido.

Existem ainda pessoas querendo medir a popularidade para uma futura candidatura a vereador e também, medindo força política entre as lideranças políticas das cidades.

Analise o que o candidato já tem feito em prol de crianças e adolescentes.

Já participou de alguma iniciativa social que contemple esse público? Defende esse público de fato ou viu apenas uma oportunidade de emprego?

Existem crianças sendo agredidas, abusadas sexualmente e correndo risco de vida que dependem do Conselho Tutelar como um órgão que funcione de fato e os defenda.

REPITO! Conselho Tutelar é coisa séria, não dê seu voto a quem não tem competência.

ANALISE, REFLITA E VOTE.



Roberto Celestino, ex-Conselheiro Tutelar de Taquaritinga do Norte

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio