Pular para o conteúdo principal

Inovação e fé | Não dê um “finder” em sua vida, comece bem e seja feliz! – por Eduardo Freire


É muito comum à criação de ferramentas para facilitar a busca do “par perfeito”, aplicativos que ligam seu “perfil”, “idade”, “área geográfica”, e hábitos em comum. Estes aplicativos e sites levantam informações cruzadas do seu histórico, com o objetivo de ligar tais “corações” e iniciar vínculos. Hoje, quero refletir um pouco com vocês sobre algo que não está tão evidente no “linkar” das informações, mas que verdadeiramente é a principal motivação para esta busca: a carência, necessidade emocional, afetiva e/ou sentimental. Este movimento leva o ser humano a tentar saciar sua necessidade mesmo que ele mesmo não saiba definir precisamente qual seja. É como ir ao supermercado para fazer compras com fome, sem notar você compra o que não precisa, e é natural levar materiais além do que foi projetado, gerando uma despesa maior que esperada. Agora, se tratando de relacionamentos e emoções, alguns posicionamentos e decisões podem gerar feridas profundas, marcando vidas para sempre.

Todo relacionamento baseado em carência tem uma linha muito tênue entre ousadia de cada ação e vínculos emocionais doentios.

Deus fez o homem para o relacionamento, fugir disso é lutar contra a sua própria natureza. Ao mesmo tempo Deus nos escolheu Nele, desde o princípio.


“Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas”. Tiago 1:17,18

O estar em Deus nos torna seres completos. E como seres completos e seres de relacionamentos, nossos vínculos precisam estar fundamentados em completude e não em necessidades.



Neste texto é claro a manifestação da constância de Deus, Ele não possui variação, é firme, sem oscilações, com fundamentos na verdade, e assim também devemos ser, firmes, não levado por fotos com cenários e expressões “artificiais” e nem perfil “fake”.

A melhor maneira de unir propósitos é a oração, assim se começa as histórias felizes, e se evita o “finder” dos vínculos reais e verdadeiros, terminando assim, saudável e completo.

Uma versão para Salmos 37-5: “Entrega tuas carências ao Senhor, confia Nele e Ele te trará saciedade”.

Você não precisa de um “avatar”, apenas precisa ser você e confiar em Deus, com firmeza e perseverança.


Eduardo Freire é publicitário, pós-graduado em Marketing Corporativo, e pastor sênior da Igreja Com Propósito em Caruaru-PE

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio