Pular para o conteúdo principal

Vem aí: Momento Global sobre Lixo e Resíduo Plástico, no Brasil

O Brasil cria resíduos plásticos suficientes para cobrir a superfície de um campo de futebol a cada minuto – são mais de 300 milhões de metros cúbicos de resíduos plásticos, despejados ou queimados em cursos d’água, estradas ou em terrenos a céu aberto a cada ano (de acordo com cálculos baseados nos dados do Banco Mundial). O manejo inadequado desses resíduos causa inundações, fumaça tóxica, doenças, emissões de gases de efeito estufa e danos aos animais de criação, bem como prejuízos à terra, à água doce e aos ecossistemas marinhos.
A fim de chamar a atenção para o problema, a campanha Renovar Nosso Mundo – Brasil promove o Momento Global sobre Lixo e Resíduo Plástico. A mobilização acontece na semana do Meio Ambiente, de 03 a 09 de junho e visa destacar a questão do lixo e resíduos de forma global, sua relação com outras questões, como a qualidade de vida das pessoas, bem como as medidas que os cristãos podem adotar para abordar o tema por meio de mudanças de hábitos individuais e ações coletivas.

O lobby da sustentabilidade

Uma das ações do Momento Global é fazer lobby junto à Coca-Cola, PepsiCo, Nestlé e Unilever, para que assumam a responsabilidade pelos resíduos plásticos gerados por seus produtos. De acordo com um estudo que examinou o lixo em 42 países, a Coca-Cola, Pepsi e Nestlé são as marcas que mais contribuem para a poluição dos oceanos com plástico [1].
Uma carta assinada por dezoito organizações foi enviada (via e-mail e Correios) para os CEOs e para os responsáveis pela área de sustentabilidade das quatro empresas. Entre outras coisas, a carta pede que até 2020 essas empresas relatem o número de unidades de produtos plásticos de uso único que usam e vendem no Brasil; que reduzam essa quantidade pela metade até 2025 e passem a usar materiais ecologicamente sustentáveis; reciclem os plásticos de uso único que são vendidos por elas, de maneira a garantir que até 2022 para cada item vendido um outro seja coletado; e reprogramem a maneira como seus produtos são distribuídos, de forma que não prejudiquem as pessoas, a terra ou os oceanos.
A carta foi acompanhada do relatório “Não há tempo a perder”, com dados globais sobre lixo e resíduos. Segundo o relatório, entre 400 mil e 1 milhão de pessoas morrem a cada ano nos países em desenvolvimento devido a doenças relacionadas com os resíduos mal geridos – uma pessoa a cada 30 segundos.
O estudo foi produzido pela Tearfund, pela Fauna & Flora International (FFI), pela WasteAid e pelo Institute of Development Studies (IDS) [2].

Como participar do Momento Global

Igrejas, organizações e pessoas são convidadas a participar do Momento Global. Uma das formas de se envolver é assinando a Petição Online para que a Coca-Cola, a PepsiCo, a Nestlé e a Unilever assumam a responsabilidade pelos resíduos plásticos de seus produtos. Quanto mais assinaturas, maior será a pressão que a petição pode fazer (Clique aqui para assinar­). Você também pode escrever para seus representantes eleitos manifestando sua preocupação com o problema do lixo e dos resíduos plásticos em seu bairro ou cidade e pedir que tomem medidas.
Igrejas podem incluir em suas reuniões momentos de oração, realizar uma liturgia sobre o cuidado da criação (veja um modelo aqui) e incentivar pessoas a assumirem um estilo de vida mais sustentável. Pequenos grupos da igreja, da escola ou da comunidade podem promover caminhadas e limpeza em locais como praças, praias, parques, etc.
A mobilização também tem um convite para os artistas. Que tal aproveitar para criar obras de artes a partir de resíduos plásticos e exibi-las em um local de destaque? É uma forma de chamar atenção para os problemas causados pelo manejo inadequado dos resíduos plásticos. Outra forma de se envolver é participar do Desafio da Semana Sem LixoAssista ao vídeo para conhecer.
Siga a campanha Renovar Nosso Mundo no Facebook e no Instagram (@renovarnossomundo) para acompanhar todas as ações do Momento Global.

Fonte: Reneuworld

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio

Sem Aspas | Felipe Neto, Álvares de Azevedo e Machado de Assis, qual deles presta um desserviço à nação? - por Amanda Rocha

  O célebre escritor alemão Johann Goethe, autor das obras Fausto (poema trágico) e de Os Sofrimentos do Jovem Werther (seu primeiro romance) escreveu que “O declínio da literatura indica o declínio de uma nação”. Compreenda-se que a formação acadêmica, moral, ética, política, filosófica perpassa a leitura das grandes obras literárias, haja vista que elas instigam o homem a refletir sobre sua própria realidade, sobre os dilemas que o assolam e sobre os valores e conceitos que devem se sobrepor aos conflitos. Hans Rookmaaker, holandês e excelente crítico da arte, diz em seu livro “A arte não precisa de justificativa” que “a arte tem um lugar complexo na sociedade. Ela cria as imagens significativas pelas quais são expressas coisas importantes e comuns. Por meio da imagem artística, a essência de uma sociedade torna-se uma propriedade e uma realidade comuns. Ela dá forma a essas coisas não só intelectualmente, mas também de modo que elas sejam absorvidas emocionalmente, em sentid