Pular para o conteúdo principal

Frente Parlamentar em Defesa da Família é instalada na Alepe


Na quarta-feira 15, houve a instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Família, da Vida e de Políticas sobre Drogas na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O colegiado irá discutir pautas que valorizam a família, defendendo o direito ao nascimento e colocando-se contrário à ideologia de gênero e às drogas. A Frente deverá ainda atuar em defesa das Comunidades Terapêuticas. Atualmente, o estado de Pernambuco conta com 50 entidades atuando no acolhimento e tratamento de usuários de drogas.

Durante o lançamento da Frente Parlamentar, o deputado estadual Delegado Lessa (Progressistas) ressaltou que, de acordo com dados do Governo do Estado, 70% dos homicídios em Pernambuco têm relação com as drogas. “Quem é a favor da liberação das drogas deveria conversar com os profissionais de segurança pública. Nós sabemos o quanto elas são prejudiciais para a sociedade”, afirmou.


Reunião contou com presença de autoridades e especialistas.
Foto: Viliane Gomes

 Além dos parlamentares,  médicos, psicólogos, representantes do Poder Judiciário e do Governo do Estado, entre outras autoridades, participaram da cerimônia de instalação da Frente.

O secretário estadual de Política de Prevenção à Violência e às Drogas, Clóvis Benevides, elencou as ações do Governo do Estado para os dependentes químicos. A gestão estadual lançou o programa Pernambuco pela Prevenção, que contempla cursos profissionalizantes para a requalificação de jovens e inserção deles no mercado de trabalho. A iniciativa também prevê a instalação de 12 núcleos de Prevenção Social nos locais mais violentos do Estado, oferecendo atividades de cultura, esporte e lazer para afastar os adolescentes das drogas.


Um dos convidados da reunião foi o psicólogo clínico Eufrázio Araújo, que definiu a família como espaço fundamental para a formação da personalidade do ser humano. Ele disse que o núcleo familiar é o primeiro lugar de socialização do indivíduo e deve ser um espaço de acolhimento e amparo. Entretanto, o atual contexto das famílias brasileiras tem sido de crise e de distanciamento das relações pessoais.

A médica Sandra Fleischmann fez uma exposição de argumentos contrários ao aborto. Ela citou o aumento da incidência de câncer de mama entre as mulheres que abortam e o crescimento do número de casos de depressão e suicídio nos países em que a prática é permitida. A especialista também acredita que existem alternativas possíveis para quem deseja abortar. “Por exemplo, entregar o filho para a adoção”, sugeriu. “Toda mulher que passa pelo aborto sofre, não é fácil. Ela fica no anonimato, está sempre pelo viés do escondido.”

Feministas foram ao local defender infanticídio intrauterino.
Foto: Nando Chiappetta


Representantes do movimento feminista apresentaram cartazes e gritaram palavras de ordem contra o direito de nascer e a favor da descriminalização das drogas. Em seguida, elas se retiraram do auditório afirmando que outras integrantes foram impedidas de entrar no local da cerimônia. O deputado Pastor Cleiton Collins explicou que a capacidade máxima de lotação do evento já havia sido atingida.

Também participaram da reunião o juiz da vara de Execuções de Penas Alternativas, Flávio Fontes; a vereadora do Recife, Michelle Collins (PP); além dos deputados Joel da Harpa (PP), Dulcicleide Amorim (PT), Romero Sales Filho (PTB),Cleiton Collins (PP) e Clarissa Tércio (PSC).

Com informações do site da Alepe

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos. A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores. Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.