Pular para o conteúdo principal

Suicídio: Não Mate o Outro! – por Davi Geffson

Escape. É isso que muitos buscam a fim de livrar-se dos problemas e pressões que assolam a alma, entretanto, por trás deste desejo desenfreado de sanar o problema de forma imediata a partir da morte, a automutilação. O índice de suicídio tem crescido diariamente de forma assustadora, são adolescentes, jovens e adultos que mutilam a própria vida, chegando a tirá-la de forma egocêntrica e cruel.


O suicídio não só mata quem o promove, mas também, todos aqueles que estão à volta e sentem amor e carinho pelo suicida. É preciso buscarmos uma autorreflexão antes de deixar que os problemas sejam mais fortes que as nossas próprias concepções de vencê-los. Todos são capazes, e problemas todos têm.

Estamos tão apressados, ultimamente, que nem percebemos mais a indiferença do outro, a necessidade de um abraço, de uma conversa, de um cumprimento, é tão simples, mas tornou-se arrojado demais para ser evidenciado nos dias atuais. E desse modo, temos permitido que o outro continue no espaço da solidão e indiferença, aprisionado pelas angustias da alma que abate o espírito.

Há pessoas que estão casando suicídio e a sociedade não está tão preocupada, afinal, “de quê importa o sofrimento do outro se eu estou feliz?” essa é a concepção de muitas pessoas que, infelizmente, vai disseminando entre outras e a vida vai tornando-se um fragmento não tão significante.

É tempo de darmos a volta por cima, não matarei a mim mesmo e nem resultarei na morte do outro, pelo contrário, vem cerei as angústias da alma e meu espírito será fortificado, a ponto de gerar vida e espalhá-la dentre os amigos, familiares, vizinhos e todos aqueles que nos cercam.

Já parou para pensar o quanto você vale? Que o seu valor não está naquilo que as pessoas dizem que você vale? Teu preço vai além disso, vai além do ouro e da prata, você vale VIDA, você vale AMOR, você valeu o SACRIFÍCIO DE CRISTO. É isso, você foi criado para viver, supere as lutas, enfrente os desafios, todos são capazes de realizar as coisas mais in críveis, é só questão de querer, é questão de ser. Seja! Vença! Avance! Lembre-se: o suicídio não mata apenas o suicida, mas a outros. Nada de suicídio, vamos viver. Captou?



 Davi Geffson é mercadólogo e estudante de Letras. Escreve em ConTexto às segundas.

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos. A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores. Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Recordação | Crianças se divertem e aprendem em EBF - por Fábio Santana

 Aconteceu e foi uma bênção de Deus a Escola Bíblica de Férias(EBF), da Congregação do Vale da Bênção do bairro Luiz Gonzaga em Caruaru em Julho de 2019. Foi tudo perfeito e muito organizado pela irmã Maria Marques e Deus abençoou de forma tremenda. " Deus nos abençoou tremendamente e fiquei muito feliz ao ver tantas crianças na Igreja sendo evangelizadas e os pais adorando ao Senhor" frisou a missionária Carla Mestre. Os jovens da Bandinha da 2 Igreja Evangélica Congregacional Vale da Benção do Kennedy alegraram os baixinhos. A irmã Josi Carvalho e a irmã Maria Marques ficaram na sala de oração intercedendo pela EBF. Uma boa recordação da Escola Bíblica de Férias( EBF) que aconteceu no mês de Julho de 2019. Colaboração: Fábio Santana.