Pular para o conteúdo principal

Retiros são opções para o Carnaval

As festividades de Carnaval iniciam neste fim de semana, mas nem todo mundo gosta de cair na folia e aproveitar blocos e as festas de rua. Por isso, quem opta por fugir da agitação, pode viver experiências com Deus, consigo mesmo e preparar-se para o início da Quaresma.
Os retiros de Carnaval são uma boa pedida para esse público. Pregações, meditações, missas, momentos de oração e adoração, testemunhos e shows musicais poderão ser aproveitados por quem for participar dos eventos, realizados pelas comunidades católicas da Diocese de Caruaru.



Confira alguns dos retiros que serão realizados em Caruaru e cidades vizinhas:

Retiro de Carnaval - Restauração
Dias: 02 a 06 de março
Tema: Cada dia uma nova oportunidade de fazer a vontade de Deus
Inscrições: (81) 9.9621-2350/ (81) 3721-7915
Opções de inscrições:
1. Retiro aberto
2. Com alojamento e refeições
3. Só alojamento
Local: Centro de Evangelização Sagrada Família. Rua José Belmino s/n - estrada de Agrestina (logo após o Hospital Regional do Agreste (HRA)
Participação de Abner Santos

XXXIV Retiro de Carnaval - Comunidade Católica Manain
Dias: 02 a 06 de março
Tema: Volta para o Senhor teu Deus
Local: Escola Técnica Estadual (ETE) Ministro Fernando Lyra, em frente aos Hotel Village, em Caruaru.
Inscrições e informações:  (81) 9.9697-6893/(81) 9.9389-7978

Retiro Renascer - Shalom
Dias: 03 a 05 de março
Horário: a partir das 8h30
Entrada gratuita
Informações: (81) 9.8943-7570

É Nakairós Carnaval
Dias: 1º a 5 de março
Inscrição: R$ 60 (inclui alimentação)
Local: Ringão da Comunidade Católica Rairós, BR-104, km 22, Vila do Socorro, em Taquaritinga do Norte)
Informações: (81) 9.9960-5769

Retiro de Carnaval
Dias: 02 a 05 de março
Tema: Proclamai o ano da graça do Senhor
Local: Salão Paroquial da Igreja de Nossa Senhora Aparecida, em Caruaru
Realização: Comunidade Sagrado Coração de Maria
Informações: (81) 9.9104-4146

Retiro de Carnaval
Dias: 02 a 05 de março
Local: Colégio prof. Machadinho, São Francisco
Realização: Comunidade Obra de Maria
Informações: (81) 3719-0397

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos. A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores. Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas