Pular para o conteúdo principal

Caio Fábio lamenta morte de jornalista Ricardo Boechat

No início da tarde desta segunda-feira, 11, morreu o jornalista Ricardo Eugênio Boechat, que também era radialista e apresentador. Ele estava em um helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, e bateu na dianteira de um caminhão que transitava pela via. O pilotoRonaldo Quattrucci também morreu no acidente.
Aos 66 anos de idade, Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ.
A morte dele causou comoção em todo o país. Pelas redes sociais, o pastor Caio Fábio – amigo de infância do jornalista – publicou uma mensagem emocionante sobre Boechat. Confira o texto na íntegra:



"Meu amigo Ricardo Boechat!
Desde os 12 anos que meu coração o gostou/amou. Foi a bola que nos uniu...
Daí em diante nossos espíritos se ligaram gradualmente...
Sempre atraídos pelas nossas expressões de humanidade e boa dose de anarquia ideológica, crescemos em apreço e identificação.
Ouvi muitas das suas mais viscerais confissões. Ele viu meu choro de dor no dossiê Cayman. Foram íntimos os nossos vínculos.
Meu Deus! Tantas coisas humanas rolaram entre nós...
Nunca me negou como amigo.
Quando saiu do Globo conversamos de novo intimamente. Ele estava triste. E me procurou porque disse que eu conhecia aqueles padecimentos.
Quando do "Silas vai pegar uma rola", rimos muito porque eu dissera à minha mulher que tratava-se de uma típica expressão do antigo Saco de São Francisco, em Niterói, no tempo da nossa adolescência.
Ele me disse: "Pô, baixou o maior 'Saco de São Francisco' e eu larguei aquela, sem maldade, só pra ele ir se catar". kkkkk
Era exatamente o que eu dissera à Adriana.
Quando teve um esgotamento emocional intenso em razão do excesso de trabalho, nos falamos e eu disse a ele que não era depressão, mas esgotamento. Conversamos muito sobre sua agenda. Fiz umas sugestões de corte que privilegiasse a família.
Para ele e o Chico Otávio, do O Globo, contei as coisas mais íntimas do Dossiê Cayman no que concernia ao Lula e a mim.
Nunca ficamos sem nos falar nas horas mais graves de nossas vidas.
Sempre orei com ele e o abençoei, mesmo quando ele dizia que era ateu.rsrsrsrsrs Depois parou de falar em ateísmo comigo. Aliás, queria que eu o casasse. Fora visitado por esse desejo.
Acabou que eu não pude...
Nunca dei a mínima para a não crença dele. Eu dizia que ele era crente, perto da minha descrenca religiosa. Ele ria muito.
Eu sabia que ele era de Deus, do bem.
Tá com Jesus!
Caio Fábio
11 de fevereiro de 2019
Para a Doce Veruska
De alguém que amou o Doce Ricardo, com toda sincera picardia."


Para acessar a postagem original, clique aqui.

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos.

A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores.
Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.



Como ajudar? As doaç…

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas.

Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas geraçõ…

Estímulo à leitura através da produção literária

Dentre os ofícios do professor, encontra-se o de conduzir os alunos ao universo das artes; ao professor de língua portuguesa, cujo objeto de estudo é a palavra, abordar a arte literária é fundante, nesse intuito, os professores da Escola de Referência em Ensino Médio Professor Lisboa, localizada no bairro da Cohab I, em Caruaru — Pernambucano promovem bimestralmente saraus literários com o foco no despertar da leitura e produção escrita de seus alunos. 



Anualmente, a escola realiza o Concurso de Redação Professora Fernanda Freitas (esse nome é homenagem póstuma a uma ex professora); o concurso elenca diversos gêneros textuais dentre literários e argumentativos; este ano, em sua quarta edição e com o tema “Pelos caminhos da leitura: descobertas do eu e do mundo” os alunos debruçar-se-ão nos gêneros: conto, crônica, dissertação-argumentativa, carta e/ou poesia.
Ademais do concurso, na manhã de premiação dos primeiros colocados em cada categoria, ocorre concomitantemente a publicação da An…