Pular para o conteúdo principal

O trabalho dos anjos no Natal de Jesus - por Gladir Cabral

Ao ler as narrativas bíblicas do Natal de Jesus, dá a impressão de haver, no mundo antigo, um trânsito intenso de anjos e seres celestiais caminhando entre os seres humanos. É impressão minha ou aquele tempo era afortunadamente pródigo de presenças angelicais?
 
Os anjos podiam surgir gloriosamente, como os que Isaías conheceu, ou ambiguamente, como o que foi visto pela mula de Balaão e ao mesmo tempo não foi visto pelo profeta (Nm 22: 27-31). Anjos podiam ser tão discretos que muitas vezes as pessoas nem sabiam que os estavam acolhendo em suas casas (Hb 13:2). Parece que os anjos frequentavam a vida cotidiana da igreja primitiva.
 
O escritor e pastor presbiteriano Frederick Buechner comenta que “de modo geral as pessoas enxergam apenas o que esperam ver. Os anjos são espíritos poderosos a quem Deus envia ao mundo para o bem das pessoas. Mas como não esperamos vê-los, não os vemos” (Beyond Words, p. 17-8).
 
Anjos são seres de linguagem, de acordo com o apóstolo Paulo (I Co 13:1). E muitos são poliglotas! São mensageiros que estão a serviço do Altíssimo. Um deles anunciou a Maria o nascimento do menino Jesus. Apareceu de modo contido, sem glórias celestiais, surgindo com uma mensagem de confirmação e regozijo: “Alegre-se, agraciada! O Senhor está com você”. Seguida de um cuidadoso: “Não temas”. O anjo tem nome, é uma singularidade, chama-se Gabriel. Conversa com Maria.
 
Quando Jesus nasceu, os anjos não foram enviados ao centro do poder, ao castelo de Herodes, onde havia tantos porta-vozes e mensageiros à disposição. Foram aos pastores nos campos, em Belém da Judeia, periferia do mundo. É que os anjos não conhecem preconceitos humanos, tudo o que sabem é que é preciso obedecer ao Senhor. Por isso vão até os pastores e os tomam como dignos de se tornarem também testemunhas e anunciadores do Menino.
 

E que mensagem os anjos anunciam aos pastores? Eles proclamam que em Belém acabara de nascer o Messias, o Salvador. Eles ensinam que a esperança é para ser anunciada e cantada. E cantam e louvam: “Glória a Deus nas alturas, e paz na Terra aos homens aos quais Ele concede sua graça” (Lc 2:14). Anjos são cantores do Reino que virá. E cantam juntos, em harmonia.
 
O louvor entoado pelos anjos revela dois focos que se complementam na história do Natal e na verdadeira adoração: a glória devida a Deus nas alturas e a paz tão necessária e bem-vinda entre os seres humanos, amados por Deus.
 
Em outro momento, os anjos surgem para alertar José e proteger a vida do menino Jesus. Assim como os magos, José também foi alertado em sonho de que o recém-nascido estava sob ameaça. Curioso isso: anjos visitam sonhos. Mais ainda, esse anjo que visitou José deu instruções claras sobre a urgência do momento, a rota de fuga, o tempo de exílio e o nome do perigo: Herodes (Mt 2:13). 
 
E o relato bíblico diz que o coro dos anjos que havia reverberado nos céus deu lugar ao grito das mães que perderam seus filhos por ordem de Herodes (Mt 2:16-8). Que situação difícil para os anjos, não poderem magicamente salvar todas as crianças. Anjos não são fadas. São servos. Naquele momento era preciso aguardar para que o Menino crescesse e derrubasse todos os impérios e potestades naquele dia, na cruz.

Imagem: Anjos anunciando o nascimento de Cristo ao pastores, 1639, por Govaert Flinck. Musée du Louvre, Paris. (Créditos: artbible.org)

Fonte: Ultimato

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos.

A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores.
Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.



Como ajudar? As doaç…

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas.

Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas geraçõ…

Igreja Batista Pinheirópolis realiza III Culto Cívico

No próximo dia 01º de setembro, a partir das 18h, a Igreja Batista Pinheirópolis, em Caruaru, vai realizar um culto cívico alusivo à Semana da Pátria.
Na ocasião, haverá a presença de oficiais militares e paramilitares de Caruaru. A comunidade religiosa emitiu convites extensivos ao Exército (representado pelo Tiro de Guerra), além de órgãos como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Civil. Ademais, também serão rendidas graças pelo Dia do Soldado, que foi em 25 de agosto, e o Dia da Independência do Brasil, em 7 de setembro.

O pastor Philip Daniel Warkentien, líder da IB Pinheirópolis, afirma que os convites já foram entregues às autoridades municipais. “Esperamos no Senhor que seja mais um Culto Cívico, que estará lotando a casa do Senhor nosso Deus e dedicando a Ele, que é o único digno de toda Honra, Glória e Louvor”, declara.

O mensageiro oficial da Palavra de Deus naquela ocasião será o coronel da Polícia Militar de Pernambuco Lenildo Maurício, que também é pastor ba…