Pular para o conteúdo principal

O evangelho produz transformação - por Mylena Macêdo

Imagem: Reprodução Pixabay

É possível acreditar que as coisas podem mudar para melhor. É isso o que acontece quando assiste-se ao filme espanhol "O Impossível" (2012), que conta a história de uma família que consegue se reencontrar após um tsunami durante as férias na Tailândia. Quando se trata de mudança de vida por causa do evangelho, para os cristãos a nova história passa a ser mais bonita.
A beleza espiritual vem do relacionamento entre o homem e Deus. Isso aconteceu com Rodolfo Abrantes, hoje cantor evangélico e ex-vocalista da banda Raimundos. Seu testemunho é carregado de cicatrizes que a droga, o vício e doenças deixaram, porém suas feridas foram curadas pelo sangue do Cordeiro a partir do momento em que ele percebeu que estava morrendo para o mundo. Recentemente, ele lançou novas músicas, algumas falam sobre a transformação do evangelho na sua vida.

 "Eu sei quem escolheu a gente, pra ser um corpo só, só quem me conheceu doente, vê como estou melhor assim, o tempo vem" - Dia Quente, Rodolfo Abrantes.

Assista

Há um versículo, em I Coríntios capítulo 10, versículo 12, que faz um alerta para os cristãos. O apóstolo Paulo diz: "Aquele, pois, que pensa estar em pé, veja que não caia". É pensando nisso que pode-se falar sobre o que aconteceu com a cantora Daniela Araújo, no ano passado. Mesmo com um vasto ministério musical, agenda lotada de shows, a cantora e produtora musical paulista parece que se perdeu no caminho. Em 2017, o mundo virtual traiu a carreira da cantora. Um áudio vazou na internet e nele Daniela Araújo aparentava implorar por drogas. Quem divulgou ou o porquê não importou para que o ministério dela sofresse drasticamente. Passados alguns meses, Daniela tem voltado a aparecer, lentamente e assim como Rodolfo Abrantes, a música parece ser a melhor maneira deles contarem suas histórias. A faixa "Ruídos", lançada esse ano, fala um pouco sobre esse episódio.

"Se todos me deixarem, comigo estarás, se me caluniarem, me protegerás. Tu me compreendes, sabe o que se passa em minha mente" - Ruídos, Daniela Araújo.

Assista

Em sequência ao capítulo 10 de Coríntios, diz: "Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar" (13). Deus é suficiente para transformar a vida dos homens, independente do que tenha acontecido, do "tamanho" do pecado. O perdão é para todos, basta permitir que Ele entre no coração e faça a verdadeira obra de mudança.


Mylena Macêdo é estudante de jornalismo

Comentários

  1. Ótima reflexão. Lembro-me do que deus fez na vida de Paulo de peserguidor do evangelho passou a ser perseguido por causa do evangelho.

    ResponderExcluir

Postar um comentário


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio

Sem Aspas | Felipe Neto, Álvares de Azevedo e Machado de Assis, qual deles presta um desserviço à nação? - por Amanda Rocha

  O célebre escritor alemão Johann Goethe, autor das obras Fausto (poema trágico) e de Os Sofrimentos do Jovem Werther (seu primeiro romance) escreveu que “O declínio da literatura indica o declínio de uma nação”. Compreenda-se que a formação acadêmica, moral, ética, política, filosófica perpassa a leitura das grandes obras literárias, haja vista que elas instigam o homem a refletir sobre sua própria realidade, sobre os dilemas que o assolam e sobre os valores e conceitos que devem se sobrepor aos conflitos. Hans Rookmaaker, holandês e excelente crítico da arte, diz em seu livro “A arte não precisa de justificativa” que “a arte tem um lugar complexo na sociedade. Ela cria as imagens significativas pelas quais são expressas coisas importantes e comuns. Por meio da imagem artística, a essência de uma sociedade torna-se uma propriedade e uma realidade comuns. Ela dá forma a essas coisas não só intelectualmente, mas também de modo que elas sejam absorvidas emocionalmente, em sentid