Pular para o conteúdo principal

Espaço que homenageia o escritor Nelson Barbalho será inaugurado no Centro de Caruaru




No ano do centenário do escritor caruaruense Nelson Barbalho, a cidade ganha de presente um espaço em sua homenagem. Será na Praça Deputado Henrique Pinto, conhecida como “Rua da Matriz”, bem em frente a Pães & Delícias, empresa idealizadora do projeto. 

Desde fevereiro de 2018, os comerciantes do lado oposto da Igreja da Matriz discutem uma reforma de qualificação da calçada por se tratar de uma das vias mais movimentadas do centro de Caruaru e precisava de melhorias para mobilidade dos pedestres. O projeto foi desenvolvido pelo escritório Eleve Arquitetura e visa contemplar também o paisagismo e importância histórica do local. 

A calçada já possui uma árvore que era ponto de encontro de músicos desde a época de Nelson Barbalho. Tudo foi preservado conforme solicitado pelos idealizadores. A obra recebeu piso intertravado que facilita a mobilidade e acessibilidade dos pedestres e um banco de concreto com acabamento em madeira de 14 metros que favorece a organização do transito ao redor. O local será nomeado de Espaço Nelson Barbalho e é lá que ficará o grande presente para a cidade: uma estátua do escritor e compositor Nelson Barbalho em tamanho natural feita em cimento pelo artista plástico Caxiado. 


“A nossa proposta é homenagear o escritor e fazer com que as novas gerações conheçam e saibam da sua importância para a cultura da cidade e  presentear Caruaru com um novo ponto turístico bem no centro comercial, acessível a todos”, explica o empresário Eli James Laureano, da Pães & Delícias. 


O projeto teve a consultoria e pesquisa do historiador Walmiré Dimeron, do Instituto Histórico de Caruaru. Para ele, a escolha do local e a homenagem a Nelson Barbalho são mais que me merecidas. “A conhecida Rua da Matriz faz parte da história de Nelson Barbalho e esse reconhecimento público é muito importante. Além de que, é um exemplo, já que não vemos tantos projetos assim com a iniciativa privada sendo parceira da cultura”. 


O Espaço será inaugurado no próximo dia 25 de outubro, às 16h, com a apresentação de músicos e será aberto ao público. 


Sobre Nelson Barbalho 
Nascido em Caruaru, a 2 de junho de 1918, NELSON BARBALHO DE SIQUEIRA, autodidata, foi jornalista, historiador, pesquisador, lexicógrafo e compositor. Teve publicado seus primeiros artigos, em 1949, sob o pseudônimo de Cavalcanti do Norte, e foi assíduo colaborador de jornais caruaruenses como A Defesa, Jornal do Agreste e Vanguarda, além do Jornal do Commercio e Diário de Pernambuco, ambos da capital pernambucana. 

Como fiscal previdenciário pôde conhecer a quase totalidade dos municípios pernambucanos e teve acesso privilegiado a coleções documentais de inestimável valor para o resgate histórico de Pernambuco. Dessas jornadas ao longo de vários anos brotou a Cronologia Pernambucana, obra em trinta volumes, já tendo sido publicados vinte deles. Sua produção literária é de 110 livros, destes, 50 sobre Caruaru entre publicados e inéditos. O seu primeiro livro - Major Sinval - foi publicado em 1968. Reconhecido como historiador, possui também uma considerável produção musical, tendo nove composições gravadas por Luiz Gonzaga. Em 1957, compôs, em parceria com Onildo Almeida o “hino” do 1º centenário de Caruaru - Capital do Agreste - que foi gravada pelo “Rei do Baião”. E parceria com Gonzagão, compôs A Morte do Vaqueiro, um clássico nordestino, preferida do autor e um dos grandes sucessos de “Seu Lua”. Com o maestro Joaquim Augusto compôs, em 1959, a censurada Marcha da Petrobrás. Nelson Barbalho faleceu no Recife, em 22 de outubro de 1993, sendo sepultado na capital pernambucana. Seu corpo foi trasladado para Caruaru, em 2007, encerrando as comemorações do Sesquicentenário da Cidade.


Inauguração do Espaço Nelson Barbalho 
Data: 25.10.2018 às 16h
Local: Em frente a Pães & Delícias - Praça Deputado Henrique Pinto (Rua da Matriz), 66. Centro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos.

A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores.
Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.



Como ajudar? As doaç…

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas.

Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas geraçõ…

Igreja Batista Pinheirópolis realiza III Culto Cívico

No próximo dia 01º de setembro, a partir das 18h, a Igreja Batista Pinheirópolis, em Caruaru, vai realizar um culto cívico alusivo à Semana da Pátria.
Na ocasião, haverá a presença de oficiais militares e paramilitares de Caruaru. A comunidade religiosa emitiu convites extensivos ao Exército (representado pelo Tiro de Guerra), além de órgãos como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Civil. Ademais, também serão rendidas graças pelo Dia do Soldado, que foi em 25 de agosto, e o Dia da Independência do Brasil, em 7 de setembro.

O pastor Philip Daniel Warkentien, líder da IB Pinheirópolis, afirma que os convites já foram entregues às autoridades municipais. “Esperamos no Senhor que seja mais um Culto Cívico, que estará lotando a casa do Senhor nosso Deus e dedicando a Ele, que é o único digno de toda Honra, Glória e Louvor”, declara.

O mensageiro oficial da Palavra de Deus naquela ocasião será o coronel da Polícia Militar de Pernambuco Lenildo Maurício, que também é pastor ba…