Pular para o conteúdo principal

'Torcedor misterioso' que virou meme com bandeira do Brasil é russo, mora em Samara e trabalha em estação espacial

Imagem do torcedor viralizou nas redes sociais. Foto: Reprodução


O torcedor que apareceu na transmissão de Brasil x México balançando a bandeira do Brasil e virou meme se chama Yury Torsky, tem 34 anos e mora em Samara, na Rússia.

Internautas fizeram brincadeiras com a imagem e procuravam saber quem era o torcedor desde terça-feira (2).

O site do jornal "Correio Braziliense" identificou o torcedor na noite desta quarta-feira (3). De acordo com texto do jornal ele nasceu na cidade de Mirny, na Rússia, e mora em Samara.

No perfil de Yury na rede social VK, bastante usada na Rússia, há mais informações sobre ele. Yury mora em Samara, é solteiro, e trabalha na Estação Espacial que há na cidade.

Taffarel e Darth Vader
Entre as diversas fotos que ele publicou do jogo do Brasil, Yury destacou Taffarel, que trabalha na comissão técnica da seleção.
"Quem é esse?", Yury perguntou na legenda de fotos do ex-goleiro, e respondeu ele mesmo, cheio de exclamações para uma amiga: "Cláudio André Mergen Taffarel!!!"
Nas fotos além da Copa, há várias imagens de Star Wars - especialmente de Darth Vader - e de viagens pelo mundo.

Em seus diversos posts, ele mostra que foi em outros jogos além de Brasil x México. "Vamos, Colômbia", ele escreveu junto a fotos em Colômbia x Senegal.
Ele também tem fotos no estádio nos jogos Uruguai x Rússia, Austrália x Dinamarca e Costa Rica x Sérvia.

'Perfil invadido'
O perfil de Yury no VK já tem centenas de comentários de brasileiros. "Misterious Wizard, Brazil loves you" ("feiticeiro misterioso, o Brasil te ama"), escreveu uma brasileira.
Yury parece ter entrado na brincadeira e colocou na tarde desta quarta como foto de perfil uma ilustração que se espalhou pelas redes sociais de seu rosto com a bandeira do Brasil.

Fonte: G1

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos. A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores. Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Recordação | Crianças se divertem e aprendem em EBF - por Fábio Santana

 Aconteceu e foi uma bênção de Deus a Escola Bíblica de Férias(EBF), da Congregação do Vale da Bênção do bairro Luiz Gonzaga em Caruaru em Julho de 2019. Foi tudo perfeito e muito organizado pela irmã Maria Marques e Deus abençoou de forma tremenda. " Deus nos abençoou tremendamente e fiquei muito feliz ao ver tantas crianças na Igreja sendo evangelizadas e os pais adorando ao Senhor" frisou a missionária Carla Mestre. Os jovens da Bandinha da 2 Igreja Evangélica Congregacional Vale da Benção do Kennedy alegraram os baixinhos. A irmã Josi Carvalho e a irmã Maria Marques ficaram na sala de oração intercedendo pela EBF. Uma boa recordação da Escola Bíblica de Férias( EBF) que aconteceu no mês de Julho de 2019. Colaboração: Fábio Santana.