Pular para o conteúdo principal

Você já orou por seu filho hoje? - por Jénerson Alves


Uma simples ação desenvolvida pelo projeto Desperta Débora em Caruaru-PE me levou à reflexão. No centro da cidade, mulheres apresentavam uma faixa com esta indagação: “Você já orou por seu filho hoje?” Mais do que uma simples pergunta, o questionamento representa a necessidade de os pais conquistarem o coração dos filhos para os desígnios do Senhor.

Ora, a ausência de exemplos dos pais na caminhada da fé pode gerar muitos danos para os filhos. No livro Faith of the Fatherless: The Psychology of Atheism (“A fé dos Orfãos: A Psicologia do Ateísmo”), o psicólogo americano Paul Vitz mostra que grandes expoentes do ateísmo tiveram problemas com os pais, a exemplo de Sigmund Freud, Joseph Stalin, Jean-Paul Sartre e até Adolf Hitler e Richard Dawkins.

Um estudo divulgado pelo grupo Barna há alguns anos mostrava que, em média, três em cada cinco jovens cristãos abandonam a igreja após completar 15 anos de idade. Um dos principais motivos apresentados para esse fato é a experiência superficial com o cristianismo.

E não há nada mais profundo do que uma família que se entrega ao Senhor. Há na História da Igreja inúmeros exemplos de pessoas que tiveram a vida transformada por causa da ação de parentes. Porém, um dos relatos mais expressivos é o de Agostinho. Filho da piedosa cristã Mônica e do pagão Patrício, ele próprio chegou a dizer que bebeu do amor de Cristo através do leite da mãe. Porém, durante a juventude, abandonou a fé e entregou-se aos prazeres e à seita dos maniqueus, afundando sua vida em problemas. Apenas aos 32 anos regressa à fé que lhe ensinara sua mãe e tornou-se uma das mais proeminentes figuras do Cristianismo, com reconhecimento incontestável até os dias de hoje.

Vemos que as orações e as lágrimas de uma mãe podem produzir verdadeiros heróis da fé. O pastor presbiteriano Hernandes Dias Lopes afirma: “Os pais e as mães precisam ser modelos para os seus filhos. Não ensinamos apenas com palavras, mas, sobretudo, com exemplo. Um exemplo vale mais do que mil palavras. O exemplo não é apenas uma forma de ensinar, mas a única forma eficaz de fazê-lo. Os pais e as mães precisam ser coerentes. Eles precisam viver o que ensinam e ensinar o que vivem. Eles precisam ser o espelho de seus filhos. O espelho é mudo, mas é eloquente”.

Somente com bons exemplos de cristãos, de todas as gerações, atuando juntos na família, sob a liderança do Espírito Santo, cumpriremos o propósito do Senhor Deus para este tempo, deixando um legado às próximas gerações a contribuindo para a expansão do Reino de Deus na terra.

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio

Sem Aspas | Felipe Neto, Álvares de Azevedo e Machado de Assis, qual deles presta um desserviço à nação? - por Amanda Rocha

  O célebre escritor alemão Johann Goethe, autor das obras Fausto (poema trágico) e de Os Sofrimentos do Jovem Werther (seu primeiro romance) escreveu que “O declínio da literatura indica o declínio de uma nação”. Compreenda-se que a formação acadêmica, moral, ética, política, filosófica perpassa a leitura das grandes obras literárias, haja vista que elas instigam o homem a refletir sobre sua própria realidade, sobre os dilemas que o assolam e sobre os valores e conceitos que devem se sobrepor aos conflitos. Hans Rookmaaker, holandês e excelente crítico da arte, diz em seu livro “A arte não precisa de justificativa” que “a arte tem um lugar complexo na sociedade. Ela cria as imagens significativas pelas quais são expressas coisas importantes e comuns. Por meio da imagem artística, a essência de uma sociedade torna-se uma propriedade e uma realidade comuns. Ela dá forma a essas coisas não só intelectualmente, mas também de modo que elas sejam absorvidas emocionalmente, em sentid