Pular para o conteúdo principal

Prefeitura decreta estado de emergência em Caruaru


Confira a nota oficial da Prefeitura do Município de Caruaru:




Em decorrência da falta de combustível, ocasionada pela greve dos caminhoneiros, o Comitê de Gestão de Crise, liderado pela prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, reuniu-se, na tarde desta quinta-feira (24), para um diagnóstico preciso quanto às disponibilidades de combustível, água, alimentos, medicamentos e outros insumos ligados às políticas públicas tocadas pela administração municipal. Diante disso, a Prefeitura comunica:

1. A Administração providenciou a Decretação de Estado de Emergência, estabelecendo várias rotinas administrativas de forma a mitigar as consequências do desabastecimento geral que é decorrente da paralisação dos fornecimentos;

2. Dentre as medidas adotadas, foi realizada a convocação da sociedade civil organizada e das forças de segurança que atuam no município, buscando uma solução conjunta para a situação excepcional;

3. Dentre outras medidas, podemos destacar o contingenciamento de toda a frota de veículos, de forma a permitir o funcionamento dos serviços públicos de urgência;

4. A Secretaria Municipal de Saúde informa que, devido à paralisação nacional, o atendimento das Unidades Básicas de Saúde e do prédio administrativo será até as 12h. Os serviços ambulatoriais especializados, centros de saúde, UPAs, Hospitais e demais unidades de funcionamento 24 horas terão seus serviços mantidos normalmente;

5. A Secretaria de Educação resolveu suspender, já no turno da noite desta quinta-feira (24), as aulas da rede municipal de ensino. Fica resolvido que, para garantir o bom funcionamento e o conforto dos estudantes, as aulas voltem a acontecer assim que a situação seja solucionada;

6. A Destra informa que os ônibus que fazem o transporte coletivo nas linhas urbanas de Caruaru continuam com a frota reduzida. A medida tem caráter emergencial e visa garantir a continuidade dos serviços de transportes. A Destra irá monitorar a operação para garantir que os serviços não sofram descontinuidade nos próximos dias;

7. A Secretaria de Serviços Públicos informa que a coleta de lixo por bairros será reduzida; foram suspensos os serviços de capinação; os principais fornecedores de carne serão contatados para garantir carne na Feira no fim de semana; os serviços de manutenção da iluminação, por enquanto, seguem
normalizados; uma reunião será realizada, na noite desta quinta-feira, com 4º BPM e sulanqueiros, para saber 
se haverá Feira da Sulanca;

8. O Procon Caruaru alerta para aumentos abusivos no preço dos produtos, como gás, água e alimentos em geral. Ao detectar reajustes súbitos, o consumidor deve exigir a nota fiscal e, em seguida, acionar o órgão no Centro Administrativo da Prefeitura, localizado na avenida Rio Branco, 315, ou através do telefone: (81) 3727-0195 para que a denúncia seja investigada;

9. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH) informa que os cinco Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) localizados na área rural (Taquara, Pau Santo, Xicuru, Itaúna e Malhada de Pedra) não funcionarão enquanto durarem os problemas no abastecimento de combustível. As reuniões ficam suspensas, exceto as autorizadas pelo secretário da pasta. As visitas das equipes técnicas de todos os serviços e programas só serão realizadas se forem de extrema necessidade e autorizadas pela Secretaria Executiva de Assistência Social. Ficam mantidos os atendimentos essenciais do Centro de Atendimento aos Adolescentes Usuários de Drogas (CAUD), das quatro casas de acolhimento para crianças e adolescentes e do acolhimento da população adulta, assim como as atividades de emergência do Centro Pop;

10. A Secretaria de Políticas para Mulheres informa que os programas Qualidade de Vida no Campo, Mergulhando na Saúde e Cine no Campo, que aconteceriam neste sábado (26), foram cancelados;

 11. O Comitê de Gestão de Crise será mantido até que a greve encerre e seja tudo normalizado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A intolerância dos tolerantes e os confetes carnavalescos - por Amanda Rocha

A quarta-feira passou, mas as cinzas do carnaval deixaram um imensurável prejuízo, não apenas econômico graças aos diversos dias de inatividade industrial e comercial, não somente pelas grandes cifras de dinheiro público usado para distrair a população embalada por ritmos dançantes e letras chicletes ou pornográficas, enquanto hospitais e escolas funcionam em deploráveis condições. Contudo, diria mais, não unicamente pelo elevado índice de acidentes e mortes nas péssimas estradas. Pensando bem, qual o intuito em citar o elevado número de contágio de doenças sexualmente transmissíveis em relações desprotegidas durante esse período? De igual modo não se faz necessário referenciar a elevada despesa que o Sistema Único de Saúde terá por consequência do carnaval; tão pouco se faz cogente contabilizar o número de criminalidade que se eleva nesse período – assaltos, homicídios, latrocínios, tráfico; os casos de divórcios, de gravidez indesejada - que em parte culminará em abortos realizados …

Regime Militar e Movimentos Sociais, quem é o mocinho e quem é o vilão? - por Amanda Rocha

Desde a década de 70 o Brasil tem-se acrescido em números de movimentos sociais e sindicatos, suas origens datam em anos anteriores, mas sua efervescência dá-se no período de Regime Militar. Eivados da necessidade de luta de classes, esses movimentos disseminam que nasceram para combater o regime ditatorial vigente nas décadas de 60 e 70 no país, mas disfarçam o cerne de suas bases ideológicas, cuja finalidade é a imposição da ditadura do proletariado. Nascida na mente insana e nefasta de Karl Marx, essas utópicas soluções para o fim das desigualdades sociais e econômicas concretizaram-se em diversos países, e por onde passaram promoveram unicamente a igualdade da miséria. Dentre as tantas falácias que divulgam, mentem sobre a ordem dos fatos, uma vez que os movimentos não surgiram com o intuito de lutar pela democracia e findar o Regime Militar, há nessa afirmativa uma completa inversão, visto que o Regime Militar foi conclamado pela população e aprovado pelo Congresso, nessa época, …

Se o sol não brilhar, aproveite a sombra do dia nublado - por Davi Geffson

Já percebeu o quanto costumamos a reclamar? Se faz sol a gente reclama, se chove reclamamos do mesmo modo, na verdade, somos serescom anseios e desejos, mas precisamos entender que nada gira em torno de nós. É um conjunto, são vários humanos com os seus devaneios de “ser”. Achar que tudo gira em torno de nós, e por isso, deve ser do nosso jeito, é o mesmo que caminhar em uma esteira, você perderá peso, irá suar, vai se cansar, entretanto, continuará no mesmo lugar.


Tudo pode ser mais simples se ao invés de reclamarmos, impulsionarmos o sentido do “procure o que há de melhor”, em tudo iremos encontrar o lado positivo e o negativo, se assim não fosse, que chato seria. Não queremos nem muito, nem pouco, queremos balanceado, com equilíbrio, isso é o que mescla a nossa vida. Uma comida com muito sal é péssima, com pouco também, agora quando se coloca a quantidade ideal, huuuum, que delícia. Assim é a vida, nem tanto, nem pouco, mas o suficiente.
Diariamente, Deus nos concede o dia que nos fa…