Pular para o conteúdo principal

Evangélicos montam força-tarefa para ajudar refugiados venezuelanos no Brasil


A Missão Batista Brasil Venezuela foi inaugurada na segunda-feira (07/05). Trata-se de uma ação emergencial para levar suprimentos e atendimento médico aos refugiados venezuelanos que se encontram no Brasil. O projeto é desenvolvido pela Junta de Missões Nacionais (JMN), em parceria com a Junta de Missões Mundiais, a Convenção Batista de Roraima e com a Convenção Batista Brasileira.

Para continuar desenvolvendo o trabalho, a equipe precisa de voluntários da área da saúde, para a evangelização e também de recursos financeiros para a aquisição de medicamentos e donativos.

A situação dos venezuelanos aqui é dramática, de partir o coração. Estão passando muitas necessidades, inclusive fome, e as igrejas aqui não estão dando conta da demanda. É pior do que se imagina e estamos com uma força tarefa para ajudá-los. Estas pessoas estão passando por dificuldades, mas não perderam a esperança. Elas precisam de nossas orações e de nossa ajuda”, exclama o diretor-executivo da JMN, pastor Fernando Brandão.

Grupo se dispôs a auxiliar os egressos do país vizinho. Foto: Divulgação



A Venezuela tem enfrentado, desde 2016, uma crise econômica e social sem precedentes. Problemas no abastecimento de alimentos, um colapso nos serviços públicos e uma inflação de 700% tem levado milhares de venezuelanos a buscarem refúgio em outros países, sendo o Brasil o principal. Desde que essa evasão começou, a população de Boa Vista, capital do estado de Roraima, cresceu mais de 10% só com a chegada de egressos do país vizinho.



COMO AJUDAR

Quem desejar ser voluntário, pode inscrever-se através do e-mail voluntarios@jmm.org.br.

As contribuições financeiras podem ser enviadas para a conta abaixo:

Banco Bradesco
Ag. 0226 / Conta Corrente 139500-9
Junta de Missões Nacionais da CBB
CNPJ: 33.574.617/0001-70

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Casa dos Pobres São Francisco de Assis precisa de ajuda

Com a pandemia do novo coronavírus, a Casa dos Pobres São Francisco de Assis, em Caruaru-PE, precisa de ajuda. A Casa, que atende a 77 idosos, está seguindo as recomendações das autoridades sobre a contaminação do vírus. Além da preocupação com a doença, já que todos os moradores do lugar fazem parte do grupo de risco, existe outra preocupação: a dos recursos financeiros para manter os trabalhos. A instituição é privada e sobrevive de doações, mas sem a renda do estacionamento que funciona no local, as receitas da Casa têm diminuído. O estacionamento está fechado ao público desde a sexta-feira (20), de acordo com a orientação de evitar aglomerações e com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos moradores. Entre os itens que a entidade mais necessita no momento, estão as fraldas descartáveis geriátricas. A Casa contabiliza o uso mensal de mais de 5 mil fraldas. O leite é outra necessidade dos moradores, que têm uma dieta em conformidade com a faixa etária.

Artigo | Covid-19 e os rumos da educação brasileira - por Mário Disnard

Acredito que a experiência de 2020 será um marco decisivo na educação, visto que a pandemia do Covid-19 nos apresenta, mais do que nunca, a necessidade de repensar o papel social da educação para além do processo de escolarização. No Brasil medidas emergenciais foram tomadas para garantir o processo educativo, entre elas, o trabalho educacional remoto. No entanto, diante de tantos imprevistos, gestores, professores, estudantes e famílias encontraram-se num momento de muita pressão, com várias dúvidas e incertezas. Diante da atual situação, os limites impostos têm nos apresentado possibilidades inegáveis de transformação, o que nos remete a uma série de questionamentos: há efetivamente uma preocupação com a qualidade social da aprendizagem? O que este período nos informa a respeito de nossos estudantes e de suas famílias com relação as nossas práticas como educadores?   O que faz sentido manter e o que mudar? É possível repensar o papel da escola e da sociedade na formação das novas

Recordação | Crianças se divertem e aprendem em EBF - por Fábio Santana

 Aconteceu e foi uma bênção de Deus a Escola Bíblica de Férias(EBF), da Congregação do Vale da Bênção do bairro Luiz Gonzaga em Caruaru em Julho de 2019. Foi tudo perfeito e muito organizado pela irmã Maria Marques e Deus abençoou de forma tremenda. " Deus nos abençoou tremendamente e fiquei muito feliz ao ver tantas crianças na Igreja sendo evangelizadas e os pais adorando ao Senhor" frisou a missionária Carla Mestre. Os jovens da Bandinha da 2 Igreja Evangélica Congregacional Vale da Benção do Kennedy alegraram os baixinhos. A irmã Josi Carvalho e a irmã Maria Marques ficaram na sala de oração intercedendo pela EBF. Uma boa recordação da Escola Bíblica de Férias( EBF) que aconteceu no mês de Julho de 2019. Colaboração: Fábio Santana.