Pular para o conteúdo principal

Caruaru: uma cidade de adoradores


Que Caruaru é detentora do codinome de ‘Capital do Forró’ não é novidade nenhuma. Entretanto, o que parece é que esse título poderá perder espaço para o epíteto de ‘Capital do Louvor’. Isso porque a chamada música gospel está em evidência no município. São inúmeros cantores, compositores e bandas adeptas a esse segmento, que tem formado grandes nomes no cenário religioso. Conheça, nesta matéria, uma parcela deles.

Família de Marquinhos do Valle também possui vocação missionária.
Foto: Divulgação


Entre os cantores com uma bagagem histórica de produção musical na cidade, o nome de Marquinhos do Valle é uma referência, sendo conhecido até mesmo por um público que não é costumeiramente consumidor de canções evangélicas. Ele contabiliza mais de cem composições, em ritmos que transitam do forró tradicional ao pop music, passando pelos mais variados estilos musicais. Para ele, a melodia é um caminho de expressão de ideias e anseios. Os acordes se unem à letra, formando um todo reflexivo. De acordo com Marquinhos, os versos, as melodias e os arranjos surgem espontaneamente. “Eu considero esse meu dom como um presente de Deus”, salienta.

Ele costuma se apresentar ladeado da esposa, Edvania, e das filhas, Mayara e Mayana. As duas podem ser consideradas uma extensão do talento do pai. Para se ter uma ideia, Mayara toca contrabaixo, violão e bateria. Além disso, ela também compõe músicas. A primeira letra que escreveu foi aos 7 anos de idade. O timbre vocal de Renata Mayara é o contralto, caracterizado por ser vigoroso. Já a voz de Mayana Raquel é um soprano, isto é, o mais agudo dos registros femininos.

O cantor Erasmo Miguel também é uma referência, conhecido por ser um ‘forrozeiro gospel’. Inclusive, ele já gravou canções de grande conhecimento no ambiente religioso, e até mesmo músicas católicas, como ‘Oração pela Família’ e ‘Utopia’, de autoria do Padre Zezinho. “O meu desejo, assim como o dos outros cantores, é de levar uma mensagem de paz e de esperança para as pessoas, através da música. Fazer algo dessa natureza é uma honra”, relata Miguel, opinando que acredita que o evento ficará marcado na história da cidade.

Já o cantor Dhiego Nunes é um destaque da nova prole de cantores gospel. Ele gravou CDs como ‘Agindo Deus quem impedirá’ (2010) e ‘Teu perdão’ (2011) e chegou a se apresentar em diversos eventos, inclusive no palco gospel do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Além de cantor, Dhiego é também compositor. Músicas como ‘Amo Você’, ‘Meu clamor’ e ‘Minha canção’ figuram entre as mais ouvidas nas rádios evangélicas da cidade. “Sou um adorador que vive experiências radicais e que ama a Deus acima de todas as coisas”, define-se.

Além destes, evidentemente, há uma grande quantidade de cantores que atuam nas igrejas locais, distantes da mídia, mas avançando no talento a eles confiado por Deus. E, ainda, há os que adoram ao Senhor, contudo não estão inseridos no ambiente musical.

O pastor Samuel Couto explica que adorar a Deus não é um estilo de música, mas um estilo de vida cuja decisão brota do íntimo da alma de cada pessoa. “Adoração é uma resposta dada ao constante amor de Deus por nós. Esse amor deve ser incondicional, tal como foi o amor de Abraão para com Deus, dispondo-se entregar, em um sacrifício, o seu próprio filho. Foi, assim, da mesma forma e com a mesma intensidade de amor para conosco, que Deus deu ao seu próprio Filho para nos substituir no holocausto da cruz”, conclui.

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Baixe aqui o livro - Passos para o Reavivamento Pessoal

Clique aqui para baixar a versão PDF.

Por Dentro do Polo | Pernambuco volta a ser o maior produtor de Jeans do Brasil – por Jorge Xavier

O Brasil produziu 341 milhões de peças jeans em 2019. Desse total, o polo produtivo de Pernambuco sustentou 17% do volume. Com algo em torno de 60 milhões de peças no ano, o estado é o maior polo de jeans do país, segundo o iemi - Inteligência de Mercado. Ultrapassou, assim, regiões como norte do Paraná e Santa Catarina. São Paulo é o maior centro comercial, mas, não de produção.Em Pernambuco, a produção está concentrada sobretudo entre Toritama e Caruaru. O valor da produção de peças jeans está estimado em R$ 14,4 bilhões, que corresponde a 9,5% do total nacional da produção textil no ano passado, apontou Marcelo Prado, diretor do leme, que participou de webinar da Santista sobre o futuro do consumo com a covid19. Já o varejo de jeans movimentou R$ 25,3 bilhões, disse Prado. A receita corresponde a 11% do consumo nacional de vestuário, calculado pelo lemi em R$ 231,3 bilhões, com a venda de 6,3 bilhões de peças. Em sua apresentação, Prado mostrou a evolução do mercado nacio

Sem Aspas | Felipe Neto, Álvares de Azevedo e Machado de Assis, qual deles presta um desserviço à nação? - por Amanda Rocha

  O célebre escritor alemão Johann Goethe, autor das obras Fausto (poema trágico) e de Os Sofrimentos do Jovem Werther (seu primeiro romance) escreveu que “O declínio da literatura indica o declínio de uma nação”. Compreenda-se que a formação acadêmica, moral, ética, política, filosófica perpassa a leitura das grandes obras literárias, haja vista que elas instigam o homem a refletir sobre sua própria realidade, sobre os dilemas que o assolam e sobre os valores e conceitos que devem se sobrepor aos conflitos. Hans Rookmaaker, holandês e excelente crítico da arte, diz em seu livro “A arte não precisa de justificativa” que “a arte tem um lugar complexo na sociedade. Ela cria as imagens significativas pelas quais são expressas coisas importantes e comuns. Por meio da imagem artística, a essência de uma sociedade torna-se uma propriedade e uma realidade comuns. Ela dá forma a essas coisas não só intelectualmente, mas também de modo que elas sejam absorvidas emocionalmente, em sentid